ESTUDOS BÍBLICOS

QUEM SOMOS

PARCEIROS

BÍBLIA SAGRADA

CADASTRE-SE

CONTATO

O sinal "na realidade começou como um símbolo de oração satânica durante os rituais.'' Esse sinal foi usado por Yasser Arafat, Richard Nixon, Winston Churchill e Stewart Meacham, Co-Presidente do Comitê Vermelho de Nova Mobilização." Churchill disse que o sinal representava a vitória, mas lembre-se que Churchill era alguém da "elite" que sabia algo e um maçom. Ele mais provavelmente conhecia o mal significado desse símbolo, mas tentou dar-lhe uma plástica.

O "sinal de V" tem uma história colorida. "V" é o sinal romano para o número cinco e Adam Weishaupt usou-o nos Illuminati para simbolizar a "Lei dos Cinco'. Mas há mais. Na Cabala:

"o significado para a letra hebraica para V (Van) é 'Unha.' Agora, 'A Unha' é um dos títulos secretos de Satã no interior da irmandade do satanismo. Satã está nos deixando saber que isso é um de seus sinais favoritos. Por que mais ele gosta do PENTA-grama (Penta = cinco!) e a saudação de CINCO-dedos entrelaçados usada na Maçonaria e na Bruxaria?''

Mais adiante:

"Os esquerdistas, radicais, e satanistas que popularizaram esse sinal...sabem seu antigo significado muito bem. Com efeito, esse sinal 'V' é hoje usado extensivamente por tais organizações comunistas como a Aliança Juvenil Socialista, Veteranos pela Paz no Vietnam, e os Estudantes por uma Sociedade Democrática."

Ainda que não seja um sinal de mão, o próprio símbolo da paz precisa ser examinado.

"Conhecido como o 'sinal da paz' por todos os anos 60 e até o dia presente, esse símbolo é uma runa teutônica da morte. O defensor da paz dos anos 50, Gerald Holtom, poderia ter sido encarregado pelo simpatizante comunista Bertrand Russell para desenhar um símbolo para unir marchadores esquerdistas da paz em 1958. É claro que tanto Holtom ou Russell consideravam a cruz teutônica (Nerônica) cruz como o símbolo apropriado para sua causa.

"Por todos os últimos 2,000 anos esse símbolo designou ódio aos cristãos. Nero, que desprezou Cristãos, crucificou o apóstolo Pedro em uma cruz de cabeça para baixo. Esse evento oculto parecia-se com a cruz teutônica, que se tornou uma insígnia pagã popular da época. Desde então, esse sinal se tornou conhecido como a 'cruz nerônica.'

"A origem do símbolo na história prova ser o caráter visual místico para 'Aum' (a fenda 'Y'). Essa é a palavra sagrada para o Hindu. Supõe-se que salmodiar 'Aum' ajuda a acordar 'o poder de serpente de Brahma' na base da espinha dorsal humana. O ocultista Albert Pike também identifica esse símbolo como místico em seu livro sobre Franco-maçonaria Morals and Dogma.

O símbolo da paz (também chamado a "cruz quebrada", "patas de corvo", "pés de bruxa", "Cruz de Nero", "sinal do 'Judeu quebrado'" e o símbolo do 'anticristo''') é na realidade uma cruz com os braços quebrados. Isso também significa o "gesto do desespero" e a "morte do homem''.

"As tribos germânicas que o usaram atribuíram propriedades estranhas e místicas ao sinal. Tal como uma 'runa', é dito ter sido usado por magos malignos em encantos pagãos e as condenações... Para estes dias a cruz quebrada invertida - idêntica à paz 'símbolo dos socialistas' - são conhecidos na Alemanha como um 'todersrune' ou runa da morte. Não somente requisitou-se no Nazismo de Hitler como aparece nas notícias de morte alemãs, mas era parte da inscrição oficial prescrita para os túmulos de oficiais Nazi da extinta SS. O símbolo serviu a ênfase do Nazismo misticismo pagão."

Com os braços da cruz suspensos em uma posição ereta, é "um emblema pitagórico do curso da vida, na forma de uma estrada que se eleva com estradas bifurcadas ao Bem e o Mal.'' Ele também significa fertilidade, mas com os braços apontando para baixo, denota o mal e a morte.

"Com efeito, o invertida 'Homem-runa'—a figura circundada no sinal comum que os comunistas nos contam significa 'paz'—tem sido por séculos um sinal favorito de Satanistas.''

Anton LaVey, o fundador da igreja de Satã, usou o símbolo da paz como o cenário para seu altar.

Um ex-bruxo faz o seguinte comentário sobre o símbolo da paz:
"É um antigo e poderoso símbolo do Anticristo. Durante a idade das trevas foi usado na Feitiçaria Druída e por satanistas de todas as espécies durante a iniciação de um novo membro para sua ordem. Eles desenhavam o círculo mágico e davam ao iniciado uma cruz. O iniciado então erguia a cruz e virava a parte superior para baixo. Ele então renunciava ao Cristianismo em todas três dimensões (sic) de tempo (passado, presente e futuro) e quebrava as peças horizontais pra baixo formando o desenho dos 'Pés do Corvo'. Esse símbolo feio não é nada mais que um trecho reduzido da blasfêmia contra o Espírito Santo. Pois para alguém vestir ou exibir esse símbolo é para anunciar tanto consciente quanto inconscientemente que rejeitou Cristo. Lembre, simbolismo é uma língua retratada, e uma imagem vale mais que mil palavras.''

Abaixo estão uns poucos exemplos de como o símbolo da paz está sendo usado.

Um outro sinal de mão é o sinal da paz de Vulcano. Supõe-se significar "Vida Longa e Prosperidade", e pode ser visto em Jornada nas Estrelas.

Vulcano foi uma deidade solar que era associada com fogo, relâmpagos e luz. A festa em sua honra era chamada Vulcânia em que sacrifícios humanos eram ofertados. "De acordo com Diel, ele dá luz a um relacionamento familiar com o demônio cristão.' É fascinante saber que ele casou-se com Vênus, um outro nome para Lúcifer ou para o demônio. O que é mesmo mais interessante é que Vulcano é adorado na Maçonaria sob o nome de Tubalcaim. No livro de Enigmas Maçônicos a questão é perguntada: "Quem foi Tubalcaim?" A resposta é: "Ele é o Vulcano dos pagãos.''

Na Maçonaria, Tubalcaim é o nome da senha para o Mestre Maçom (ou terceiro) grau.

Escute o que o ocultista e maçom, Manly Palmer Hall, tem a dizer:

"Quando o maçom aprende que a chave ao guerreiro no bloco é a aplicação apropriada do dinamo de poder vivo, aprendeu a habilidade de seu ofício. As energias ferventes de Lucifer estão nas suas mãos e antes que possa ir avante e para cima, ele devem provar sua habilidade de aplicar corretamente a energia. Deve seguir nos passos de seu antepassado, Tubal-Cain, que com a força poderosa do deus da guerra martelou sua espada em uma lâmina de arado."

Há também uma conotação sexual associada com Vulcano e Tubalcaim. O ex-maçom, Bill Schnoebelen, explica:

"Para maçons que desejam ocultar sua sociedade para não-maçons, mas ainda fazem propaganda para seus irmãos de Loja, há um clipe especial (ou um pino de gravata) que eles possam vestir. Parece um clube de golfe de cabeça pra baixo com duas bolas perto do topo....Muita gente supõe que a pessoa seja um entusiasta praticante de golfe, mas na realidade é um vistoso trocadilho maçônico.

"Esse é chamado de 'Duas bolas com bengala (Two Ball Cane),' e é um trocadilho na senha secreta para um Mestre Maçom, 'Tubalcain (sic).'...É também um bem muito óbvio trocadilho ao 'deus' da Maçonaria, o órgão reprodutivo masculino. Legal, não é?...especialmente quando muitos homens ostentam essas coisas miseráveis na igreja no Domingo!"

Link da matéria original:

http://judaismoemaconaria.blogspot.com.br/2005/10/o-sinal-da-paz.html