ESTUDOS BÍBLICOS

QUEM SOMOS

PARCEIROS

BÍBLIA SAGRADA

CADASTRE-SE

CONTATO

Curta a nossa página:

https://www.facebook.com/eutelouvareiSenhor

 

Bom dia,
talvez você está no seu conforto, você está tranquilo, com comida na mesa, com dinheiro no bolso, com saúde, tranquilidade, felicidade, mesmo assim está murmurando da vida.
Deus é um ser que tem sentimentos, porque nós somos imagem e semelhança Dele.
E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou (Gênesis 1:27), sendo assim pense quando você murmura e reclama de pequenas coisas, tipo:
1º) Nossa hoje não tem carne no almoço;
2º) Meu carro estragou,xinga bastante;
3º) Deus não me ama, minha vida não dá certo em nada;
4º) Sou muito sem sorte, Deus se esqueceu de mim
5º) Deus não existe, porque se existisse faria isso para mim
e por ai vai, Deus fica muito triste com isso.

Tenha consciência, veja o quanto Deus te abençoa, um pai sempre quer que seu filho seja bem sucedido, mas tem momentos que o pai nos coloca de castigo.

História da foto:

Esta foto trouxe a fama mundial a Kevin Carter , fotógrafo sul-africano, concedendo-lhe o prémio Pullitzer de 1994 para melhor fotografia.

Esta foto levou Kevin Carter ao suicídio .

Carter tirou a fotografia no Sudão, quando lá foi fotografar a imensa tragédia da fome causada pela guerra civil.

Nas planícies desérticas Carter deparou-se com uma menina, que rastejava em direcção a um distante posto de alimentação, enquanto era observada por um abutre.

Kevin tirou a foto genial, enxotou o abutre e partiu junto com outros jornalistas em busca de outras fotos.

Não se sabe o que aconteceu à menina, abandonada à sua sorte, mas julgando pela sua condição e sabendo que milhares morreram à fome no Sudão naquela altura, não é difícil imaginar o seu destino..

O posterior peso na consciência, aumentado pela popularidade trazida pela imagem e pela curiosidade mundial em saber o "porquê" da escolha de ser observador e não salvador, provou ser pesado demais para Kevin Carter .

Suicídio

Em 27 de julho de 1994 levou seu carro até um local da sua infância e suicidou-se utilizando uma mangueira para levar a fumaça do escape para dentro de seu carro. Ele morreu envenenado por monóxido de carbono aos 33 anos de idade. Partes da nota de suicídio de Carter dizia:

Citação:
Estou deprimido… Sem telefone… Sem dinheiro para o aluguel.. Sem dinheiro para ajudar as crianças… Sem dinheiro para as dívidas… Dinheiro!!!… Sou perseguido pela viva lembrança de assassinatos, cadáveres, raiva e dor… Pelas crianças feridas ou famintas… Pelos homens malucos com o dedo no gatilho, muitas vezes policiais, carrascos… Se eu tiver sorte, vou me juntar ao Ken…

 


Reflita.
Diego Hebert.